Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Wicked Girls Club

- Join me -

À procura da perfeita conexão.

 

 

tumblr_oasta5qBJd1qinh1vo1_540.jpg 

Procuro a perfeita conexão. Aquele momento em que é partilhado pelos dois, quando se vêem pela primeira vez e dá-se um "clique". Em que ambos ficam vidrados, em que esqueçem tudo aquilo que os rodeia e fixam-se apenas no olhar do outro. A partir desse momento há imenso para descobrir. Há beijos para dar, carinhos para trocar, passeios para dar, conversas para ter. Não é tão bom quando isso acontece? Já me aconteceu, confesso, mas nunca dura muito tempo, a faísca a certo ponto já não faz faísca e parece que saio desse tal "feitiço" que me envolveu naquele dia. Estranho, hun?

Por isso ainda continuo à procura. À procura de um olhar que me toque ao longe. De um toque que me faça vibrar e sentir que gostam de me tocar. De um beijo que me envolva até me fartar. De conversas longas enquanto caminhamos às 2h da manhã pelas ruas vazias. De alguém suficientemente corajoso para se aproximar de mim. Que tente conhecer o que há em mim para além de querer conhecer apenas o meu corpo. Alguém que se esforçe minimamente para me manter vidrada até já não dar mais porque ambos não querem continuar, não apenas porque eu me farto. Porque tudo acaba, certo? Não sou de fantasias, sei quando algo vai acabar e não me importo, esse é o problema, preciso de encontrar alguém que me faça importar com esse tipo de coisas. Que me preencha. Que perceba que até alguém conseguir quebrar o gelo que me enche por dentro, não há nada a fazer. Que consiga entender que não preciso de um rótulo para algo resultar. Mas que também perceba que não gosto quando me fazem perder o meu tempo. 
Procuro alguém que me consiga fazer sorrir mas sem estar apaixonada, até porque não consigo sentir algo por alguém tão forte. Procuro alguém que me ouça quando estou irritada com algo e que me distraia, que tente fazer com que eu pense noutras coisas. Procuro alguém que me surpreenda todos os dias, até pode não ser pela positiva, mas que me surpreenda, que me deixe curiosa, que me faça perguntar "porque é que ele é assim?". Procuro alguém que goste de mim, não porque gosta apenas do meu corpo, alguém que goste da minha essência. Alguém que se importe comigo ou que me faça sentir suficiente ao ponto de deixar saudade. No fundo, eu procuro alguém que me procure.